Doula Brasília

A HUMANIZAÇÃO DO PARTO

A humanização do parto ainda é um desafio na prática profissional. O papel da mulher, o respeito aos seus direitos e o comprometimento dos profissionais de saúde são a base da humanização.
Infelizmente, de um tempo pra cá com o avanço tecnologico o papel da parturiente como protagonista do seu parto foi sendo deixado de lado, de modo que a decisão sobre as vias de nascimento, os procedimentos realizados ficaram a cargo dos médicos para que sua vontade, seu tempo, sua disponibilidade fossem prioridades, como se fossem mais importantes que o nascimento e o momento da mulher.

Foi necessário que a OMS (Organização Mundial da Saúde) estabelecessem algumas condultas para garantir que a gestante seja respeitada e que sua vontade em relação ao parto seja realizada. O parto é um evento FISIOLÓGICO e natural que a maioria das mulheres vivenciam sem complicações.

A ideia de um parto humanizado é devolver o papel principal do parto à mulher. Se ela vai dar a luz deitada, de cócoras, na água, quanto tempo ela vai poder ficar com o seu bebê após o nascimento, quem vai acompanha-la, se ela vai se alimentar ou beber algum líquido, toda e qualquer decisão deverão ser tomadas por ela, sendo assim protagonista do seu parto e dona do seu próprio corpo. Pra isso essa mulher precisa de informações baseadas em evidências científicas. O papel do médico e de toda a assistência seria a de oferecer apoio e respeitar a fisiologia do parto só interferindo se houver real necessidade e não rotineiramente.

Como já comprovado cientificamente, ser acompanhada por uma doula reduz significativamente o índice de cesarianas e aplicação de anestesia, mulheres relatam maior satisfação quanto ao parto, menos dor, menor tempo de trabalho de parto, menos intervenções médicas, menor índice de depressão pós parto, diminuição das taxas de prematuridades e maior índice de sucesso na amamentação!  Clique aqui e saiba mais sobre  o que é  doula e qual nossa proposta de trabalho …

WhatsApp chat